14 de dez de 2010

Engenheiro de sistema/Técnico de som

Como as coisas funcionam!
Tenho que contar um segredo, sabe o palco, a estrutura de som, a de luz, telão e outros sistemas que envolvem um show? Não pertence a banda! Existe empresa especializada em cada setor de um show. Aqui vou começar falando da empresa de sonorização profissional (Sound-Reiforcement)
Essa empresa é portadora do sistema por um todo que envolve a sonorização de um espectáculo. É ela que tem o Know-how de obter sistema X ou Y e oferecer pro mercado, é algo muito complexo e de estrema responsabilidade. Um sistema de caixa de som pendurado pode chegar a mais de 2.000 quilos. E ao subir esse peso pode triplicar. E como as caixas de som fica pendurada e vibrando com o som durante o evento, existe cálculos que determina a margem de segurança, como por exemplo o nylon é de 7:1. Se o sistema pesa 1.000 quilos, o Nylon tem que aguentar 7.000 Quilos!!! Fora que existe todo um procedimento de segurança para içar esse sistema para ficar na melhor posição em relação a dissipação de som ao público.
Hoje existe softwares que determina a altura, a quantidade de caixas e o posicionamento entre elas e do conjunto das caixas. Mais quem faz isso? Ai entra o Engenheiro de sistema. Eu trabalhei como engenheiro de sistema em uma das maiores empresa da América latina por 10 anos, foi lá que devo todo o meu Know-how adquirido. Você recebe o documento técnico da banda, recebe as informações do espaço a ser sonorizado, trabalha no software pra optimizar a cobertura sonora e dentro da empresa, separa e revisa o sistema a ser utilizado. Um sistema contém, racks de diversos equipamentos. Amplificadores, processadores de sinal, processadores de dinâmica, reprodutores de midia, sistema de transmissor e sistema de receptor sem fio, sistema de gerênciamento de energia, sistema de distribuição de energia, equipamento de alpinimos para o técnico que vai subir para pendurar as caixas de som, racks de mesa de som e racks dos acessório das mesas de som. Fora todo o sistema de cabos.
Uma equipe técnica é formada por FOH engenieer, Stage monitor engenieer, Rigger, AC engenieer, Trucker, Stage technician.
Veja nessa foto, um sistema da marca d&b, pronto para subir. Esse é um sistema de tecnologia Line array (Alinhamento em linha) 99% dos shows hoje usam essa tecnologia, que exige muito conhecimento do engenheiro que vai dimensionar todo o sistema.
Então até agora vimos que, existe um sistema enorme que fica dentro de uma empresa, alguém tem que estudar qual sistema será usado, dimensioná-lo, fazer a logistica de como esse equipamento chegará ao espaço do show, e monta-lo. simples! Já falamos de mais de três dias de trabalho, e o sistema acaba de chegar.
Se o show é as 20hs, a passagem de som é no máximo as 14hs, isso se a equipe técnica for muito boa. Se temos que passar o som as 14hs, então temos que chegar no local do evento as 6hs, pra chegar no local do envento as 6hs, acordamos as 4hs 30min... Se começar o show as 20hs como combinado, o show deve acabar as 22hs, depois entra o som do DJ que acaba as 2hs já do dia seguinte, se a empresa for boa e sua equipe também, as 6hs da manhã está tudo guardado dentro do caminhão! E a equipe técnica chega em casa as 8hs, 28hs depois de ter acordado no dia anterior, isso se não tiver um novo evento a fazer!!! Entendem porque eu nunca sei que dia é hoje e estou sempre cansado? hahaha
Mais as vezes as coisas dão errada... Cálculos mau feito, ou alguém que não fez a lição de casa. Esse sistema estava sendo içado a 13mts de altura, ao sair do chão a estrutura de alumínio não aguentou, e infelizmente eu estava lá em cima, em cima dele, apertando os ajustes! Mais Graças a Deus ninguém se feriu. E nada estragou pois esse é um sistema Turbo-Sound da Inglaterra, o mesmo utilizado nos shows do Pink Floyd e o Oasis.
Aqui estou instalando esse equipamento amarelo que vai puxar pra cima o sistema de caixas de som que chamamos de PA, estou a 16mts de altura, aqui as pessoas ficam pequinininhas lá em baixo, e um erro, ou eu me machuco, ou machuco alguém abaixo de mim, a responsabilidade é dobrada! Essa função é chamada de Riger.
Estou em Minas Gerais.

Nessa foto a direita, estão os equipamentos usados para eu ter segurança e mobilidade lá em cima, para subir e descer.
Aqui envolve conhecimento em trabalho em altura, segundo as normas Brasileiras de segurança, trabalho em altura é tudo que se faz acima de 2mts de altura, um tombo acima de 2 mts pode causar traumatismo craniano!
Uma peça que pesa 100gr, quanto pesa ao cair de 15 mts de altura? Já pensou o que aconteceria se eu derruba-se uma peça lá de cima e caísse em uma pessoa? Percebem que não estamos falando de som nem sistemas?

Como os sistemas de Line array são muito técncicos, é normal que depois de instalados a sua altura pré determinada pelo o engenheiro responsável e pelo software, que precise de pequenos ajustes, ai o Riger tem que subir acima do sistema e descer em uma corda pra chegar até o sistema, trabalhar e voltar ao chão.
Ai entra o conhecimento em rapel, alpinismo. E se não tiver uma pequena experência pode causar problemas. A corda pode enroscar na camiseta, você pode confundir e segurar a parte errada da corda, o nó onde a corda está presa é um nó especifico e assim por diante.

Agora tudo isso tá ligado aonde? Pode ter certeza que não é em uma tomada ou disjuntor.
Tudo isso é ligado a um gerador de energia, dimensionado para sistema de sonorização, pois o consumo pode chegar a 250 Amperes. As vezes até mais! No Reveion de Copacabana usamos 350 amperes! Se não for bem dimensionado como distribuição, cabos e conectores, não tem show. Energia é coisa séria e ela não avisa que vai dar errado!
 Essa foto a esquerda é um show montado na Australia, um dos técncicos foi Guto Monteiro, grande amigo meu que se mudou pra lá pra trabalhar em shows desse porte.
Abaixo a foto de um sistema de grande porte montado na praia de Botafogo/RJ.
Ao fundo o sistema pendurado é da Electro Voice, EUA, 18 elementos por lado.
Aqui a console é 100% digital da Digidsegn Venue series, modelo D-Show.
Nesse evento eu fui o Riger e o FOH engenieer. Foram três dias de montagem, 8 hs de show e 8 horas de desmontagem! Adivinha o que fizemos no avião de volta pra casa: ZZZZZZzzzzzzzzzzZZZZZZZ
Espero que tenham gostado dessa abreviação do que é um show. Estou a disposição para tirar qualquer duvida. Comentem no Blog, ou mandem um Twiiter para @kaduaudio, ou no Facebook kaduaudio, pode ser por e-mail: kaduaudio@hotmail.com!

7 comentários:

  1. kadu ficou muito bom , como todas as coisas que você escreve , te amoo , By : @equipe_hori

    ResponderExcluir
  2. Kaduuuuu...está cada vez mais interessante acompanhar seus textos e seu trabalho!! E quando a gente fica curtindo o show nem imagina o trabalhão que deu pra montar a estrutura toda :D Parabéns pelo parte que te toca!! :D
    Ahhh...dá para entender sim ;) "Entendem porque eu nunca sei que dia é hoje e estou sempre cansado? hahaha"
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. muito bom saber essas coisas!!!!!!!

    PARABÉNS PRIMO !!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom suas postagens !!!
    lembra o que acontece antes dos eventos, muita gente trabalhando antes e após os shows !!

    ResponderExcluir
  5. cara estamos juntos nesta peleja

    LUCIANO lUQUEZI
    TÉCNICO EM AUDIO / NEW LOG AUDIO E VIDEO

    UM ABRAÇO

    ResponderExcluir
  6. o que é preciso para ser engenheiro de sistemas (cursos)

    ResponderExcluir
  7. Olha que legal! Não tinha visto tantos comentários! Isso mesmo gente. Estamos juntos!!!

    ResponderExcluir